sobre o autor

“Sua estranha, agônica e forte poesia é daquelas que forçam a porta. Não as portas da percepção, somente. Mas, também, a nossa porta cotidiana o que nos remete ao ponto, à soleira, que além de estranha é familiar, na acepção de Freud. Já estivemos aqui, mas quando, como? Na vida onírica ou na vigília? Ultrapassamos este limiar ou estamos, ainda, nos preparando para atravessá-lo, ou quando lemos o que você diz, a travessia está sendo feita, ato contínuo, e nos levando para dentro de uma casa que nos escapa ao mesmo tempo que nos detém?” – Armando Freitas Filho

§

> prosa, poesia, diário, imagem, jogo.

§

Inferno Café era o nome dos meus cadernos de anotações compulsivas, que ainda mantenho.

Diego Paleólogo


Uma resposta to “sobre o autor”

  1. Diego,
    oi querido. Aqui é o heyk. Li a minotauro carne. Chegou mais um lote dos meus livros. Vamos nos encontrar pra trocá-lo por outro número da revista?

    Um abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: